terça-feira, 30 de junho de 2015

Especialidade de Ordem Unida - Básica

1) Explicar, pelo menos, cinco objetivos da ordem unida.
- Proporcionar  aos  desbravadores  e  às  unidades  os  meios  de  se apresentarem e se deslocarem em perfeita ordem, em todas as circunstâncias.  

- Desenvolver o sentimento de coesão e os reflexos de obediência que são fatores preponderantes.  


- Construir uma verdadeira escola de disciplina.  


- Permitir que o clube apareça em público, de forma elegante e marcial.  


- Desenvolvimento da coordenação motora e concentração.



2) Definir:
Formação - É a disposição dos elementos de um grupo em linha ou em coluna.
Exemplos de Formação:
Formação por 4: em que são formadas 4 colunas.
Formação por Unidades: em que os capitães assumem as suas unidades na testa, o secretário como segundo membro da coluna, o restante se posiciona um atrás do outro, do maior para o menor com o Conselheiro Associado e o Conselheiro fechando a coluna como o penúltimo e último respectivamente.

Linha - Quando os desbravadores estão dispostos um ao lado do outro tendo apenas uma linha. 

Fileira - Quando os desbravadores estão em forma em mais de uma linha. 

Intervalo - É o espaço entre dois desbravadores colocados na mesma fileira (um do lado do outro). Os intervalos podem ter: 80cm entre os desbravadores (intervalo padrão podendo ser adaptado à realidade do clube); 25cm para o intervalo reduzido (sem intervalo); ou 3m para o intervalo entre dois grupamentos.

Alinhamento - Disposição de vários desbravadores enfileirados em uma linha reta, todos voltados para a mesma direção, de modo que os desbravadores fiquem exatamente um ao lado do outro.

Coluna - Quando os desbravadores estão um atrás do outro, independente da distância, sem intervalo entre blocos ou grupos.

Distância - É o espaço entre dois desbravadores, um atrás do outro e voltados para a mesma frente.

Cobertura - É o espaço entre dois desbravadores, onde todos estão voltados para a mesma frente, de modo que os desbravadores fiquem exatamente um atrás do outro.

Testa - É o desbravador à frente de cada coluna. A soma da Testa de cada coluna forma a Testa do grupamento.

Retaguarda ou Cauda- Último desbravador ou última fileira de desbravadores de uma formação.

Desbravador-base - É um desbravador pelo o qual o grupo regula a sua cobertura, alinhamento e marcha. Este é o Testa da coluna da direita.

Cerra-fila – é o desbravador colocado à retaguarda de um clube ou unidade, com a responsabilidade de cuidar da correção da marcha e dos movimentos, de exigir que todos se conservem nos respectivos lugares e de zelar pela disciplina. Padronizamos que o Cerra-fila será o último da Coluna Base.

Cadência - Sucessão harmoniosa de sons e movimentos. Determinada pelo desbravador-base.

Frente - é o espaço total preenchido da testa da coluna na extrema direita até a testa da coluna à extrema esquerda ou vice-versa.

Profundidade - Espaço entre a Testa do primeiro e a retaguarda do último desbravador de cada formação. Caso a formação não apresente as colunas com o número exato de componentes, o excedente deve ser distribuído da Coluna-Base para as colunas à esquerda.

Centro - é o lugar representado pelo desbravador ou pela coluna situada (a) na parte média da frente de uma Formação.

Direta/esquerda - é a extremidade direita (ou esquerda) de um grupo. 


3) Explique o que é cadência.

Sucessão harmoniosa de sons e movimentos

4) Descreva os quatro tipos de passos a seguir. Saber executar corretamente todos eles.
a) Passo estrada
Nos deslocamentos em estrada e fora das localidades, para proporcionar maior comodidade ao grupo, é permitido marchar em passo de estrada. Ao comando de PASSO ESTRADA, MARCHE, o desbravador marchará sem cadência, podendo no deslocamento, falar, cantar, hidratar-se e comer. Para o ALTO neste passo, utilizamos o mesmo procedimento do passo ordinário. Não há transição do Passo-de-estrada para Sem Cadência e vice-versa.

b) Passo ordinário
Após o comando MARCHE, o grupo rompe marcha (sempre com o pé esquerdo, levando à frente o braço direito) e mantém uma cadência em ritmo de passo normal (em média 116 passos/minuto), porém compostura marcial, batendo os pés no chão com a mesma força, os braços deverão fazer um movimento acompanhando o movimento do corpo, sendo a mão com os dedos espalmados e unidos e chegando à altura da cintura. Invertendo as posições do braço em relação à perna (perna esquerda, braço direito e vice-versa); com os braços oscilando transversalmente ao sentido do deslocamento.

c) Passo acelerado
Após o comando ACELERADO, o grupo responde com "Rá" e flexiona os antebraços à altura dos cotovelos; as mãos fechadas, sem esforço e naturalmente voltadas para dentro, com o polegar para cima, apoiado sobre o indicador; então dá-se o comando MARCHE e o grupo rompe marcha em ritmo acelerado (corrida), mas mantendo a cadência e o alinhamento. A cadência é de 180 passos por minutos. As pernas se dobram como na corrida curta. O comando de ALTO neste passo tem algumas particularidades: deve ser dado quando o desbravador assentar o pé esquerdo no solo, contam-se quatro passos parando no quarto passo, unindo o pé direito ao esquerdo e abaixando os antebraços, colando as mãos às coxas, com uma batida.

d) Sem cadência
Após o comando MARCHE, os desbravadores romperão com o pé esquerdo, só que não precisam marchar, devendo apenas manter-se alinhados, em formação e em silêncio. Para o ALTO neste passo, utilizamos o mesmo procedimento do passo ordinário. Não há transição do Passo Ordinário para Sem Cadência e vice-versa.


5) Saber quais são as três etapas da voz de comando.

As vozes de comando são divididas em três partes:
Voz de Advertência - é um alerta que se dá ao grupo, prevenindo-o para o comando que será anunciado a seguir. Exemplo: ATENÇÃO CLUBE! ATENÇÃO UNIDADE! ATENÇÃO GRUPAMENTO!
A voz de advertência pode ser omitida quando se enuncia uma sequência de comandos. Exemplo: CLUBE! SENTIDO! ESQUERDA VOLVER! DIREITA VOLVER! Não há necessidade de repetir a voz de advertência antes.

Voz de Comando - é o comando propriamente dito. Tem por finalidade indicar o movimento a ser realizado pelos Desbravadores. Exemplos: SENTIDO!, COBRIR! FIRME! DESCANSAR!
O comando propriamente dito, em princípio, deve ser longo. O comandante deve esforçar-se por anunciar correta e integralmente todas as palavras que compõem o comando. 

Voz de Execução - tem por finalidade determinar o exato momento em que o movimento deve ser executado. Quando a voz de execução é uma palavra oxítona, ou seja, com a última sílaba tônica, é aconselhável certo alongamento na enunciação da(s) sílaba(s) inicial(ais) (GOOUPD pág. 21), sendo a última mais enérgica. Exemplos: VOL-VER, DES-CAN-SAR, CO-BRIR, PER-FI-LAR.
Já quando esta voz é uma palavra paroxítona, ou seja, com a penúltima sílaba tônica, o instrutor quase não pronuncia a sílaba final. Exemplo: MAR-CHE, AL-TO, EM FREN-TE, PAS-SO.

As vozes de comando devem ser claras, enérgicas e de intensidade proporcional ao número de Desbravadores. 
O instrutor deverá emitir as vozes de comando na posição de SENTIDO, com a frente voltada para o grupo e de um local em que possa ser ouvido e visto por todos os desbravadores.
Nos desfiles, o instrutor dará as vozes de comando ao lado que se encontra a autoridade (ou símbolo), com a face voltada para o Clube.
As vozes de comando devem ser rigorosamente padronizadas, para que a execução seja sempre uniforme. Para isto, é necessário que os instrutores de Ordem Unida as pratiquem individualmente, antes de comandarem um grupo.
Entre a voz de comando e a voz de execução, deve-se dar uma pequena pausa para a assimilação do comando. 

6) Explicar com detalhes a execução dos seguintes comandos:

a) Descansar
b) Frente para direita / esquerda / retaguarda
c) Sentido
d) Cobrir
e) Esquerda / direita / meia-volta volver
f) Sentado / de pé 1,2
g) Perfilar
h) Última forma

7) Executar corretamente os seguintes movimentos a pé firme:

a) Atenção
b) Sentido
c) Cobrir
d) Firme
e) Direita volver
f) Olhar à Direita
g) Olhar à Esquerda
h) Olhar Frente
i) Esquerda volver
j) Meia volta volver
k) Sem intervalo, cobrir
l) Firme
m) Descansar
n) Frente para a retaguarda
o) Frente para a esquerda
p) Frente para a direita
q) Fora de forma, Marche
r) À vontade / atenção

8) Executar corretamente os seguintes movimentos em deslocamento (passo ordinário):

a) Ordinário marche
b) Alto
c) Marcar passo
d) Em frente
e) Conversão à direita
f) Conversão à esquerda
g) Em direção à direita, marche
h) Em direção à esquerda, marche
i) Olhar à direita
j) Olhar frente
k) Olhar à esquerda
l) Direita volver
m) Esquerda volver
n) Meia volta volver
o) Trocar passo
p) Alto
q) 5 passos em frente, marche

9) Explicar e demonstrar como usar, exibir e cuidar da bandeira nacional, incluindo como dobrá-la adequadamente.

Trabalho de pesquisa pessoal.

- Visualize a forma correta de dobragem no link acima.